José Medeiros de Lacerda

Leia poesia - A poesia é o remédio da alma

Textos
Acrósticos (2) Cordel (274) Crônicas (1)
Ensaios (16) Pensamentos (3) Poesias (112)
Sonetos (11) Tutoriais (1)
Título Categoria Data Leituras
A HISTÓRIA DE AURELITA E O VELHO FANFARRÃO Cordel 11/02/12 24
A FESTA NO CEMITÉRIO Cordel 11/02/12 126
A CUECA DO MATUTO Cordel 11/02/12 1256
A COBRA SABIDA - UMA LENDA BRASILEIRA Cordel 11/02/12 80
VACA LOUCA - OS DRAMAS DA ECOLOGIA Cordel 11/02/12 30
OS SINAIS DO TEMPO Cordel 11/02/12 25
O FOLCLORE BRASILEIRO Cordel 11/02/12 48
A ESTRADA MAL ASSOMBRADA - UMA LENDA BRASILEIRA Cordel 11/02/12 81
O ABC DA NATUREZA Cordel 11/02/12 123
OLHOS DE LUAR - AMOR E ÓDIO NO CANAVIAL Cordel 11/02/12 556
A LENDA DA CABEÇA SATÂNICA Cordel 11/02/12 499
A LENDA DO CABOCLO DÁGUA Cordel 11/02/12 193
O SIGNIFICADO DOS SONHOS Cordel 11/02/12 370
A LENDA DE MARINGÁ (MARIA DO INGÁ) Cordel 11/02/12 46
CEGO ADERALDO Cordel 11/02/12 815
O CEGO SINFRÔNIO Cordel 11/02/12 89
TERRA CAIDA Cordel 11/02/12 40
DOCIVAL ALVES - O POETA ASSASSINADO Cordel 11/02/12 141
O MITO LAMPIÃO Cordel 11/02/12 87
VILELA - O CANGACEIRO INVENCÍVEL Cordel 11/02/12 247
Página 8 de 21 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » «anterior próxima»
Site do Escritor criado por Recanto das Letras