José Medeiros de Lacerda

Leia poesia - A poesia é o remédio da alma

Textos

O QUE É O QUE É - VOL. 6
Mais um cordel de perguntas
Pra meu acervo eu escrevo
Adivinhações dos outros
Outras criar me atrevo
Também todas as respostas
Criadas pra seu enlevo.


                PERGUNTAS

01 - Tubarão não nada em rio
Nem baleia vai no mangue
A pergunta é indiscreta
mas por favor não se zangue
Se eu empurro você geme
E quando eu tiro sai sangue.

02 - Alcantil é monte alto
E pedra grande é penedo
Uma longa caminhada
É melhor saindo cedo
E agora me responda:
Porque o robot não tem medo?

03 - Diversão boa é dançar
Na passarela indo e vindo
Aqui mais uma pergunta
Para ir lhe destraindo:
São quatro pernas paradas
E seis bocas engolindo.

04 - Casar-se é da lei divina
Juntar-se é concubinato
Se perguntar é preciso
Responder completa o ato
Mas que diferença existe
Entre a morte e o sapato?

05 - Diga o nome do animal
Que mostra mais rapidez
Que anda de quatro pés
De manhã, por sua vez
Ao meio dia com dois
E a tarde anda com três?

06 - Agora vê se responde
Em termos bem divididos:
Uma cova bem cavada,
Doze mortos estendidos
Cinco vivos passeando
Trabalham com três sentidos.

07 - Responda qual é o bicho
Que passa pela campina
A qualquer hora da noite
Andando de lamparina,
Tem luz artificial,
Veja o que determina.

08 - Riso provoca alegria,
Tristeza, só aflição,
Zombar com a falsidade
É querer a perdição.
Qual é o olho que chora
Sem haver consolação?

09 - Um animal que no chiqueiro
Se torna manso e servil
Mas solto no tabuleiro
Se cria forte e viril,
Com uma letra de cinqënta
Descobriu nosso Brasil.

10 - A pergunta é erudita
E a resposta muito rica
No trocadilho das letras
Outras palavras indica
Oito letras tem BISCOITO,
Tirando quatro OITO fica.

11 - Preste atenção no que indica
Esta adivinhação:
Se o adulto fizer
Recebe aplauso e menção
Mas a criança fazendo
Recebe repreensão.

12 - Todo mundo quer ter fama
E não faz prá merecer,
Na ambição desmedida
Tudo o homem quer fazer
Mas há somente uma coisa
Que o homem faz prá não ter.

13 - Semelhanças, diferenças,
Temas de adivinhação;
Nesta pergunta eu pretendo
Achar a comparação,
A semelhança que existe
Da mulher e o furacão.

14 - Há charadistas convictos
Que merecem ter louvores,
Os artistas de auditório
Do humor são precursores,
Mas qual será o esporte
Preferido dos cantores?

15 - Decorador foi ao médico
Portando um grande dilema,
Dotor diagnosticou
De acordo com o tema
Resta você descobrir
Do grande artista o problema.

16 - O que diz um cantador
Numa disputa ou peleja
É gerado num repente
Como espuma de cerveja.
O que queria uma galinha
Entrando numa igreja?

17 - Escoteiro entra no mato
Porém marca sua trilha
Quartinha de água gelada
No maranhão chama Bilha,
Responda quais são os números
Que são da mesma família.

18 - A bruxa usa a vassoura
Para se locomover
Voa, faz acrobacia,
Não para nem prá comer,
Mas como é que ela voa
Quando começa a chover?

19 - Peço que descubra esta:
Sete velas acendi
Ao deitar-me apaguei duas
Sonolento adormeci,
Quando o dia amanheceu,
Quantas velinhas eu vi?

20 - Nesta adivinhação
Não tem cidade nem mato:
Redonda como bolacha
E rasinha como prato;
Nem todos rios do mundo
Podem enchê-la de fato.

21 - Esta aqui está presente
Desde o tempo do cem-reis,
Já deu glória a tanta gente,
Mesmo assim tem seu revés,
Vive a vida unicamente
De empurrões e pontapés.

22 - Não tem hora prá descanso,
Come muito mais que grosa,
Sempre esperta, mas franzina,
Nas jornadas laboriosas,
Mesmo sendo pequenina,
Destrói árvores frondosas.


23 - Oito bilhões a estima
Por sua beleza singela,
Na vida estamos por cima,
Na morte, debaixo dela,
Vendo do espaço, sublima,
Parece azul, de tão bela!

24 - Sei que você admira
O que vou lhe perguntar:
No chão se ver sem mentira
Quando eu estou a cavar,
Pois só, quanto mais se tira,
Tanto maior vai ficar.

25 - O pai em cima do filho
É o que esta adivinha pede,
O filho dando no pai,
Que a Natureza concede,
Mas se o pai não vale nada,
O filho também se perde.
  
26 - Vê se consegue entender
Desta adivinha o teor:
Compramos tudo num dia,
Eu uso e você guardou.
Quando o meu não valer mais
O seu perdeu o valor.

27 - Esta aqui é infantil
Mas verdade nua e crua:
Nós somos todos irmãos,
Morando na mesma rua,
Se um de nós errar a casa,
Todos vão errar a sua.

28 - Esta adivinhação
É como outra qualquer,
As coisas são diferentes
Até onde a gente quer;
Vê se entende a semelhança
Entre o estepe e a mulher!

29 - Dizem que quem mente rouba
Ou pratica falcatruas,
Mulheres lindas, famosas,
Ganham mais pousando nuas;
Por que será que a mulher
Sendo feia vale duas?

30 - Nesta última pergunta,
Examine sem vexame
E encontre a semelhança,
Após rigoroso exame,
Que há entre a mini-saia
E a cerca de arame.

Como nos outros folhetos
Que a todas respondi
Para não ser diferente
Este eu também dividi,
Perguntei até agora
Respondo a partir daqui.

RESPOSTAS

01 - Se a seringa é tormento
A agulha é aflição
Mas se o mal se prolonga
Não há outra solução,
A resposta da pergunta
Indiscreta é INJEÇÃO.

02 - Prá manter o corpo em forma
Muitos exercícios faço,
Quando uma coisa me assusta
Dá frio até no espinhaço
Só ROBOT não sente medo,
PORQUE TEM NERVOS DE AÇO.

03 - Quem nunca se comunica
Se trumbica, funde a cuca,
Quatro pernas com seis bocas
Parece coisa maluca
Mas a resposta é bem simples:
É UMA MESA DE SINUCA.

04 - Esmolar é indulgência
Sublime é se dar esmola
Pergunta boba como esta
Não se responde em escola:
A MORTE VEM COM TRISTEZA,
E O SAPATO COM SOLA.

05 - Esse animal é O HOMEM
Que se arrasta pelo chão
No tempo de engatinhar
Depois toma posição
Mas quando a idade se avança
Faz três pés com um bastão.

06 - Esta cova é uma viola
Com prima, baixo e bordão,
Mortas são as doze cordas
Quando canta um cidadão,
Cinco vivos num progresso,
Os cinco dedos da mão.

07 - Esse bichinho eu conheço
Pois eu tinha por costume
De brincar sempre com ele,
Minha mãe tinha ciúme:
Uns chamam de PIRILAMPO
E outros de VAGALUME.

08 - Esse tema controverso
Compromete a nossa mente
Mas a resposta é simbólica
E totalmente inocente:
Quem não para de chorar
É OLHO D'AGUA DA VERTENTE.

09 - Não é coisa do meu tempo
Tá na história natural,
A resposta nada tem
A ver com o dito animal.
Quem descobriu o Brasil
Dizem que foi SEU CABRAL.

10 - A pergunta é erudita
E a resposta muito rica
No trocadilho das letras
Outras palavras indica
Oito letras tem BISCOITO,
Tirando quatro OITO fica.

11 - Das noites enluaradas
A um lindo céu escarlate
O tema desta pergunta
Se encontra em toda parte,
Para adultos e crianças
Tem duplo sentido A ARTE.

12 - No trabalho burocrático
A aparência é louvavel
É preciso estar vestido
Num terno muito impecável,
E sempre FAZER A BARBA
Prá está bem apresentável.

13 - Resposta bem consistente:
Um furacão bem graúdo
É semelhante à mulher
Em sentido e conteúdo:
Pois chega molhado e quente
E quando sai leva tudo.

14 - Prá saber esta resposta
Precisa ser muito arisco
Não deixo quesito em branco,
Qualquer palpite eu arrisco
O esporte dos cantores
É LANÇAMENTO DE DISCO.

15 - Não tem doença ou adorno
Nesta adivinhação
Pois o médico descobriu
Sem nenhuma explicação
Que o decorador sentia
Problemas DE CORAÇÃO.

16 - Quando a coisa fica séria
Muito penso e pouco falo
E se alguém falar de mim
Eu refuto e não me calo.
A galinha foi à igreja
Assistir a MISSA DO GALO.

17 - Moça solteira precisa
De galanteios e mimos
Encostas desmoronando
Se constrói muros de arrimos
Números da mesma família
Pois são os NÚMEROS PRIMOS.

18 - Água corrente é limpinha
Se parada cria lodo
A bruxa faz bruxaria
Prá enganar forma engodo,
Quando começa a chover
deixa a vassoura, USA O RODO.

19 - Eu agradeço aos leitores
Que minhas poesias leram
Voltando à esta advinha
Só DUAS apareceram,
As outras foram queimando,
Queimou tudo, derreteram.

20 - Não tem cidade nem mato
Meia hora ou hora e meia
Parece um prato de louça
É inspiração pra sereia
E poeta apaixonado.
Pra o quesito perguntado
A resposta é A LUA CHEIA.

21 - Muitos fizeram fortuna
Outros morreram de esmola
Muitos adoram o que fazem
Há um ou outro que enrola,
Mas cativa o mundo inteiro
Estamos falando de BOLA

22 - Sua fama vem de longe
Bem antes da Grécia antiga
Só mora em comunidade
Da preguiça é inimiga.
Voa quando cria asas
Esse bichinho é FORMIGA.

23 - Oito bilhões de habitantes
Que nesta esfera se encerra
Tem partes com fogo e água
E outras com paz e guerra
A  resposta tão sublime
É nosso planeta TERRA.

24 - Tem no meio da fechadura
Para o botão do casaco
Tem na camada de ozônio
E onde se forma um vácuo
Quanto mais se tira terra
Mais ele cresce, É BURACO.

25 - O pai é a batateira
Que cresce na terra inata
Seu filho são as raízes
Comprida redonda ou chata
No solo ruim morre a rama
Também se perde a batata.

26 - A resposta informativa
Deste fato interrogado
É JORNAL que nós compramos
E eu me mantenho informado,
Amanhã, se você ler,
Vai saber tudo atrasado.

27 - Pra pergunta consciente
Uma resposta conscisa
As casas na mesma rua
Com simetria precisa
Se um errar todos erram,
São os BOTÕES DA CAMISA.

28 - Se você não entendeu
Vai meu voto de minerva:
No carro, por segurança,
O estepe se conserva
E no caso da mulher
Sempre é bom ter de reserva.

29 - À pergunta feminina
Vou responder explicando
Pois quem tem mulher bonita
Vive alegre, se orgulhando,
Mas o da feia está sempre
Outra mulher procurando.

30 - Nossa última resposta
Provoca satisfação
Pois a cerca e a mini-saia
Fazendo a comparação
Protegem a propriedade
Mas não nos tira a visão.
Zé Lacerda
Enviado por Zé Lacerda em 11/02/2012
Alterado em 16/02/2017
Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras