José Medeiros de Lacerda

Leia poesia - A poesia é o remédio da alma

Fotos
Álbuns > CORDÉIS DA SÉRIE AVULSOS
Vários cordéis avulsos, escritos por Zé Lacerda.
A CUECA DO MATUTO
A FESTA DO GALO MANCO
A FESTA NO CEMITÉRIO
A FILHA DO CORONEL - E O FERREIRO APAIXONADO
A LUA E EU
A MOÇA E O MARIMBONDO
A MULHER QUE TINHA O SOBRENOME DE PAU
A POESIA QUE ME GUIA
A PRINCESA E O CAÇADOR
O ROMANCE DE AURELITA E O VELHO FANFARRÃO

Site do Escritor criado por Recanto das Letras